sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Deleitosa


E por que haverias de querer minha alma
Na tua cama?
Disse palavras líquidas, deleitosas, ásperas
Obscenas, porque era assim que gostávamos.
Mas não menti gozo prazer lascívia
Nem omiti que a alma está além, buscando
Aquele Outro. E te repito: por que haverias
De querer minha alma na tua cama?
Jubila-te da memória de coitos e de acertos.
Ou tenta-me de novo. Obriga-me.


(Hilda Hilst - Do Desejo - 1992)



4 comentários:

Ramon Alcântara disse...

Ai, que lindo! Melhor coisa que li hoje!

Parabéns!
Vou compartilhar!

Abz.

Ramon Alcântara disse...

Hilda é maravilhosa!

garfo sem dentes disse...

te contei que curti por demais a photo cabine online ?
e achei ela por acaso aqui,

té breve

Cabaré Romântico disse...

Eu amava os olhos da Hilda. AI como eu a amava...