domingo, 25 de abril de 2010

Rimbaud em mim



"Eu escrevia silêncios, noites, anotava o inexprimível. Fixava vertigens"


Arthur Rimbaud

3 comentários:

Juan Moravagine Carneiro disse...

Por isso coloco Rimbaud acima de todos os outros poetas...!


Muito legal seu espaço...

Rodrigo disse...

Avessos tão necessários em mim, também.

Alex disse...

Rimbaud é inexplicável. Sem dúvida, um dos maiores fenômenos da literatura universal. Se a Música tem Mozart, a Literatura tem Rimbaud.