sábado, 8 de agosto de 2009

Hilda mordendo minha língua

Fui ontem, sozinha, na hora absurda, na Praça da Sé.
No dia mágico com hora mágica, em pleno inverno repleto de inverso, verão.
Depois conto tudo, o tanto muito.
Me aguardem...
Rosaly Papadopol, espiritada.

Na Geral:
SÃO PAULO – Hilda Hilst é tema teatral na Caixa Cultural, do dia 6 a 16 de agosto. O monólogo – “Hilda Hilst O Espírito da Coisa” – sobre a vida e obra da escritora será feito pela atriz Rosaly Papadopol, com direção de Cortez. A curadoria é de RuyJosé Mora Fuentes .

A homenagem, só agora realizada, começou a ser idealizada por Rosaly, que iniciou as pesquisas em 1998. O projeto recebeu apoio de vários profissionais como, José Luiz Mora Fuentes, escritor, parceiro pessoal e profissional da escritora e Presidente do Instituto Hilda Hilst; do dramaturgo José Antônio de Souza, do roteirista e editor de vídeo Gaspar Guimarães e do diretor Ruy Cortez.

Se o público acha que encontrará uma biografia, engana-se. Foi a partir de seus próprios escritos e entrevistas concedidas, que tornou-se possível realizar a teatralidade de sua voz autoral; a voz de poeta, de pensadora, de contadora de histórias. É um perfil literário e pessoal da escritora que proporcionará ao espectador um profundo mergulho nas inquietações da alma humana.

A encenação.

Em um cenário único, situado por Cortez, a peça será realizada em um ambiente onde há livros, plantas, cachorros, a escrivaninha com a máquina de escrever, os rádios – em que Hilda tentava captar, na estática, vozes do além. A idéia é explorar o universo literário e pessoal da escritora com beleza e simplicidade, com toda sua complexidade e profundidade por meio da comunicação teatral.

Onde:

Caixa Cultural apresenta “Hilda Hilst O Espírito da Coisa”.

Praça da Sé, 111 – Centro.
De 6 a 16 de agosto; quinta, sexta e sábado, às 19h, e domingo, às 18h.
Entrada gratuita - retirada de ingressos com uma hora de antecedência.
Duração: 75 minutos.
Vá de metrô (desça na estação da Sé) é quase em frente à Catedral.

3 comentários:

Luana Ferraz disse...

Eu tenho me feito varias vezes a pegunta...Porque ainda nao fui a Sao Paulo?...Preciso resolver isso!

beijos

Renata de Aragão Lopes disse...

Ai, quem me dera...

Beijo,
doce delira

Audemir Leuzinger disse...

adorei teu blog.
beijos.