quarta-feira, 28 de abril de 2010

Se eu pudesse, eu me atava a esse amor...


Show no Auditório do Ibirapuera / 2009 - Eu queria subir no palco, queria sim.

Vaga-lume
(Renato Braz / Mario Gil)


Se esse moço entendesse a minha sina
Tanto choro deixava de chorar
Se eu seguisse a paixão que sinto agora
Eu deixava esse moço me levar


Se eu pudesse, eu me atava a esse amor
Mas com medo não posso me arriscar
Vivo como um vaga-lume
Me acendo em cada olhar


Cada rosto que vejo da janela
Cada sonho que passo a sonhar
Se eu soubesse eu negava a minha sina
E deixava esse moço me levar


Se eu pudesse, eu jurava o meu amor
Mas em mim Deus não vai acreditar
Nem os santos me escutam
Nem ao menos sei rezar

Um comentário:

V_ Leal disse...

Lindo! E pra cada reza uma profana-ação.