domingo, 21 de junho de 2009

Que livro é você?


Fiz um teste AQUI, e achei que eu seria o Livro Lavoura Arcaica que tanto amo. Mas, pelas respostas, foi Clarice quem me escolheu. Sim, a mesma, que às vezes dorme debaixo do meu travesseiro.


Detalhe importante: em outros tempos, já me vesti de G.H, com medo, é claro, mas sim, dos pés à cabeça, inteira.


"A paixão segundo GH", de Clarice Lispector


Você é daqueles sujeitos profundos. Não que se acham profundos – profundos mesmo. Devido às maquinações constantes da sua cabecinha, ao longo do tempo você acumulou milhões de questionamentos. Hoje, em segundos, você é capaz de reconsiderar toda a sua existência. A visão de um objeto ou uma fala inocente de alguém às vezes desencadeiam viagens dilacerantes aos cantos mais obscuros de sua alma. Em geral, essa tendência introspectiva não faz de você uma pessoa fácil de se conviver. Aliás, você desperta até medo em algumas pessoas. Outras simplesmente não o conseguem entender. Assim é também "A paixão segundo GH", obra-prima de Clarice Lispector amada-idolatrada por leitores intelectuais e existencialistas, mas, sejamos sinceros, que assusta a maioria. Essa possível repulsa, porém, nunca anulará um milésimo de sua força literária. O mesmo vale para você: agrada a poucos, mas tem uma força única.

Um comentário:

juan-o-salazar disse...

clarice selvagem: a divina. estou lendo "a paixão segundo g.h." acredita? duro e maravilhoso. até então eu era "perto do coração selvagem". agora, veremos...