sexta-feira, 3 de outubro de 2008

Cartas de amor gratuitas.


"O drama de Florentino Ariza enquanto foi calígrafo da Companhia Fluvial do Caribe era que não podia afastar seu lirismo porque não deixava de pensar em Fermina Daza, e nunca aprendeu a escrever sem pensar nela. Depois, quando o passaram a outros cargos, sobrava-lhe tanto amor por dentro que não sabia que fazer com ele, e dava-o de presente aos enamorados implumes escrevendo para eles cartas de amor gratuitas no Portal dos Escrivães."


- Gabriel Garcia Marquez in “O Amor no Tempo do Cólera”

2 comentários:

Poetriz disse...

Já leu o livro?
Se não leu e tiver oportunidade, leia.
Florentino Ariza é meu ídolo no quesito "escrevinhador" romantico...

Bjs!

paganus blogger disse...

O AMOR NUNCO CONSIGO ESCREVER SOBRE ELE ....... ESPERO Q UM DIA UMA DESSA CARTAS SIRVA PARA MIM .... MUITO LEGAL ...

HA passe la no meu blogger .....
http://leanpaganus.blogspot.com/