quinta-feira, 9 de outubro de 2008

Auto Retrato

Munch - Auto Retrato

Este Munch sentado e cabisbaixo é meu. Pode esquecer o Grito e a dor. Nele, tudo já é passado e esta gravata vermelha devia ser de cor violenta, roxa lenta em púrpura cor. Olhos longínquos e tristes, deste moço. Semblante perdido, com paletó puído, mãos disformes e todas as cores escorridas. Me oferece vinho, eu aceito. Pinceladas noturnas incandescem meus olhos turvos. Eu conheço Munch de perto. Já vi seu Grito, já gritei com ele. Revoltei-me com suas réplicas, com suas tétricas figuras. Ele permaneceu ausente de palavras, mas seus traços longos, me diziam "grita comigo, não grita comigo". E eu, obedecia-lhe poéticamente. Muda... com o grito preso na boca... ecoando pelo silêncio que deixava o ar suspenso...

2 comentários:

Garfo Sem Dentes disse...

gostei da tela,

:D

bjs
do FÊ

Anônimo disse...

Puxa sô, que legal este texto. Aninha